quinta-feira, 10 de março de 2011

A saudade

" Quantas vezes em um banho, não paramos, relembramos coisas e deixamos a água do chuveiro cair junto com nossas lágrimas? "

Muitas pessoas falam: não tema o futuro, não pense, só viva o presente.
Mas entenda, eu vivo o presente sim e não fico só pensando no futuro (ou passado)! Na maior parte de meu dia eu apenas vivo, aproveito e me divirto. Mas as vezes quando eu paro e penso. E me diga, quem não pensa no passado e no futuro?

Hoje em meu intervalo, estava deitada nos pufes (não faço idéia de como se fala isso) na salinha de convivência da escola com meu amigo, Cuty, e então vimos umas crianças andando em filas e rindo.
"Que saudade disso!" nós comentamos. É normal sentir saudade daqueles tempos, mas como eu disse para ele, quando entrarmos na faculdade diremos: que saudade do colégio. Quando formos adultos, idosos, sempre e sempre mesmo vamos ter saudades. É normal da vida. Nada dura para sempre. As coisas vem e vão, mas claro, as vezes voltam.

O que muitas pessoas não entendem é que a saudade NÃO é um sentimento de "puxa, não aproveitei nada, deveria ter vivido mais". Não. A saudade muitas vezes significa "eu faria de tudo para viver aquele momento de novo, mas não mudaria nada, só gostaria de sentir aquilo novamente".

Eu sinto tanta saudade de algumas coisas e de algumas pessoas.
Saudade de uma despedida de um amigo, em que eu fui andando abraçada nele por um grande corredor. Todos nos olhavam e faziam comentários, mas naquele momento nada importava. Ele era meu melhor amigo e não íamos deixar que comentários acabassem com aqueles últimos minutinhos de despedida.
Agora isso é tão distante. Fazia tempo em que eu não pensava nisso, mas quando eu penso, é simplesmente algo que não consigo segurar, lembro de cada instante e de como aquilo me machucou por um tempo. Mas passou, claro.
Sei que essa cena vai se repetir. Até lá eu aproveito cada momento, mas não me diga para não ter medo, porque eu sempre vou ter.
Viver ao máximo? Eu estou fazendo exatamente isso. Eu sempre digo isso para as outras pessoas, mas eu não posso mentir. Muitas vezes me pego relembrando de coisas.

E sabe, depois de pensar em tudo isso eu vejo que parar para relembrar é bom.
Nós precisamos relembrar esses melhores momentos de nossas vidas, para nunca nos esquecermos.
Meus avós, já com 70 e tantos anos de vida fazem isso. Eu fico emocionada ouvindo as histórias que eles se lembram e me contam de quando eram jovens.

Então: viva sem medo. Mas as vezes, quando estiver tarde da noite, e você estiver sozinho, leia aquelas cartas, veja aquelas fotos e chore um pouquinho relembrando. No final das contas faz bem :P

2 comentários:

  1. Muito bacana tua postagem...
    Curti mesmo (:

    ResponderExcluir
  2. Bacana mesmo. E nem me fale em saudades...
    bjusss, f c Deus.

    ResponderExcluir

e ae ;)